AMAVI Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí

terça, 16 de março de 2021

Juíza mantém retorno gradativo das aulas presenciais em escola estadual de Chapecó

A juíza Lizandra Pinto de Souza, lotada na 2ª Vara da Fazenda Pública da comarca de Chapecó, negou tutela de urgência em ação civil pública proposta pela Associação de Pais e Professores (APP) da Escola de Educação Básica Bom Pastor, de Chapecó, que pretendia exigir do governo estadual a suspensão do retorno das atividades presenciais naquela unidade de ensino.

Para a juíza, inexistem elementos concretos nos autos de que a medida de liberação das aulas presenciais pelo governo do Estado esteja em desacordo com as possibilidades atuais e que seja extremamente prejudicial à população envolvida - alunos, servidores e colaboradores da EEB Bom Pastor. Outro ponto citado pela juíza é de que foi consignado o retorno máximo de 50% dos alunos na atual fase de risco e o afastamento dos professores pertencentes a grupo de risco.

A Associação de Pais da EEB Bom Pastor argumentou que a unidade não conseguiria contemplar os ajustes exigidos pela Vigilância Sanitária, nem cumprir os protocolos mínimos de higiene e prevenção da contaminação. "A escola conta hoje com 2.074 alunos e 131 colaboradores, totalizando 2.205 pessoas que estarão em contato direto a partir do retorno das aulas presenciais, possibilitando a disseminação do contágio para as diversas famílias dos estudantes e colaboradores", destacou a APP da unidade.

A juíza consignou que a escola apresentou um Plano de Contingência PlanCon-Edu/COVID-19, publicado no portal eletrônico oficial do município de Chapecó, onde informa sobre o recebimento de uma parte do material de higiene e EPIs necessários para o retorno pedagógico, como máscaras, álcool em gel 70%, toalhas de papel, sabonete líquido e termômetros infravermelhos. As aulas retornaram no último dia 8 de março.

No processo, as partes ainda poderão transacionar na via extrajudicial e submeter eventual acordo firmado a homologação e encaminhamento da decisão ao Gabinete de Acompanhamento da situação da Covid-19 (Ação Civil Pública n. 5005605-07.2021.8.24.0018/SC).

Fonte: Tribunal de Justiça de Santa Catarina

Últimas notícias jurídicas

20 de dezembro de 2021
Emenda Constitucional nº 114, de 16.12.2021 - DOU de 17.12.2021
Altera a Constituição Federal e o Ato das Disposições Constitucionais Transitórias para estabelecer o novo regime de pagamentos de precatórios, modificar normas relativas ao Novo Regime Fiscal...

09 de dezembro de 2021
Lei nº 14.259, de 07.12.2021 - DOU de 08.12.2021
Altera a Lei nº 14.124, de 10 de março de 2021 , que dispõe sobre as medidas excepcionais relativas à aquisição de vacinas e de insumos e à contratação de bens e serviços de logística, de...

09 de dezembro de 2021
Medida Provisória nº 1.077, de 07.12.2021 - DOU de 08.12.2021
Institui o Programa Internet Brasil.O Presidente da República, no uso da atribuição que lhe confere o art. 62 da Constituição , adota a seguinte Medida Provisória, com força de lei:Art. 1º Fica...

07 de dezembro de 2021
TJSC - Decisão suspende eficácia de lei que inclui previsão da educação domiciliar no Estado
O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), em decisão da desembargadora Maria do Rocio Luz Santa Ritta ad referendum do Órgão Especial, concedeu cautelar postulada pelo Ministério Público...

06 de dezembro de 2021
Lei de MT que vincula reajuste de servidor ao INPC é inconstitucional, diz STF
Segundo o artigo 37, inciso XIII, da Constituição, é "vedada a vinculação ou equiparação de quaisquer espécies remuneratórias para o efeito de remuneração de pessoal do serviço público".A...

06 de dezembro de 2021
STJ aprova duas novas súmulas
A Primeira Seção do Superior de Justiça (STJ), especializada em direito público, aprovou nessa quinta-feira (2) dois novos enunciados sumulares.As súmulas são o resumo de entendimentos...

03 de dezembro de 2021
INTERESSE NACIONAL Plenário do Supremo nega ações contra Novo Marco do Saneamento Básico
Questões referentes ao saneamento básico são intrinsecamente de interesse local e de competência dos municípios. Mas isso não impede a atuação conjunta e integrada entre todos os entes da...

09 de novembro de 2021
PESSOA FÍSICA Multas por condenação podem recair sobre prefeito que descumpre TAC
A imposição de astreintes pode ser direcionada não apenas ao ente estatal, mas também às autoridades ou aos agentes responsáveis pelo cumprimento das determinações judiciais.Com esse...

04 de novembro de 2021
Município pode criar serviço de assistência jurídica a hipossuficientes, diz STF
Esse foi o entendimento do Plenário do Supremo Tribunal Federal, por nove votos a um, ao negar, nesta quarta-feira (3/11), arguição de descumprimento de preceito fundamental contra normas da...

AMAVI - Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí
CNPJ: 82.762.469/0001-22
Expediente: Segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 17h.
Fone: (47) 3531-4242 - Endereço: Rua XV de Novembro, nº 737, Centro, Rio do Sul/SC
CEP: 89160-015 - Email: amavi@amavi.org.br
Instagram
Ir para o topo

O portal da AMAVI utiliza alguns cookies para coletar dados estatísticos. Você pode aceitá-los ou não a seguir. Para mais informações, leia sobre nossos cookies na página de política de privacidade.