AMAVI Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí

sexta, 27 de março de 2009

AMAVI move Mandado de Segurança contra portaria nº 176/2008

A AMAVI por intermédio de seus assessores jurídicos, protocolou no dia 18 de março, Mandado de Segurança no Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina, impetrado pelos 28 municípios associados, contra a Portaria nº 176/2008, editada pelo Secretário de Estado da Fazenda, visto que, em razão do cálculo em favor do município de Itajaí, a título de valor adicionado fiscal do montante R$ 432.582.034,20, houve grande prejuízo financeiro aos municípios do Alto Vale do Itajaí e a todos os outros do Estado. O valor é decorrente de operações de importação por conta e ordem de teceiro, realizadas por empresas-tradings estabelecidas naquele município. O prejuízo gerado aos municípios é devido a queda em suas participações percentuais na partilha da receita tributária proveniente da cota-parte do ICMS, pertencente a eles por determinação da Constituição Federal de 1998.


Entenda o Caso

O processo que agora busca uma solução perante o Poder Judiciário, teve seu início na esfera administrativa. No final do ano passado, como acontece todos os anos, o grupo de trabalho do movimento econômico do Estado de Santa Catarina, do qual o secretário executivo da AMAVI, Agostinho Senem participa, reuniu-se para efetuar a apuração do índice de participação percentual de cada município catarinense na cota-parte do produto da arrecadação do ICMS.

Na ocasião, o município de Itajaí apresentou vários recursos administrativos perante à Secretaria de Estado da Fazenda pleiteando, a título de valor adicionado fiscal, o valor decorrente das operações de importação por conta e ordem de terceiro, realizadas pelas tradings situadas em seu território. O parecer do grupo de trabalho entendeu ser incabível os pedidos realizados pelo referido município, uma vez que estas empresas não eram as proprietárias da mercadoria importada do exterior, sendo simples intermediárias. Apesar disso, a Secretaria deferiu os pedidos do município de Itajaí e outorgou-lhe o importe de R$ 432.582.034,20, como valor adicionado fiscal, causando forte retração no índice de participação percentual dos outros 292 municípios na partilha do ICMS.

O secretário executivo da AMAVI, uma vez também prejudicados os municípios do Alto Vale, interpôs recurso administrativo em 2ª instância relativamente a todos os processos julgados procedentes em primeiro grau pela Secretaria, impugnando a tese levantada pelo município de Itajaí e defendendo a exclusão do valor adicionado fiscal outorgado a este, posto não ocorrer na operação de importação por conta e ordem de terceiro. Não obstante os argumentos jurídicos suscitados, foi mantida a decisão de 1ª Instância.

Em face disso, o secretário executivo e os advogados da AMAVI, promoveram profundo estudo científico sobre a questão, concluindo ser ilegal a Portaria 176/2008 e passível de correção pela via do mandado de segurança, o qual foi elaborado e recebeu a adesão dos 28 municípios do Alto Vale do Itajaí.

Últimas notícias

18 de janeiro de 2022
AMAVI realiza evento para profissionais da educação
A AMAVI, através da assessoria educacional, realiza no dia 3 de fevereiro, no Centro de Inovação Norberto Frahn, (CINF), em Rio do Sul, a tradicional palestra de abertura do ano letivo. O...

23 de dezembro de 2021
Comunicado de férias
A Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí- AMAVI informa que não haverá expediente entre os dias 27 de dezembro de 2021 e 02 de janeiro de 2022. Neste período, os municípios que...

10 de dezembro de 2021
Prefeitos elegem diretoria da AMAVI 2022
O prefeito de Agrolândia, José Constante, vai presidir a Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (AMAVI) a partir do mês de janeiro. A sua eleição deu-se por aclamação durante...

30 de novembro de 2021
Boletim regional da Covid 19
De acordo com dados divulgados pelas secretarias municipais de saúde da região, o Alto Vale do Itajaí registra 42.443 casos confirmados de Covid 19, sendo 41.709 recuperados e 636 óbitos. O...

10 de novembro de 2021
Prefeitos aprovam projeto de unificação dos consórcios intermunicipais
Em assembleia da AMAVI realizada na manhã de hoje, 10, a proposta de unificação dos consórcios CIS e CIM-AMAVI foi acatada pelos prefeitos. A junção das duas entidades permitirá otimização de...

05 de novembro de 2021
Programa de turismo rural desenvolvido no Alto Vale é apresentado em feira nacional
O programa de turismo no espaço rural desenvolvido pela assessoria de turismo e cultura da AMAVI, “Caminhos do Campo”, está em destaque na Festuris de Gramado-RS, uma das maiores feiras de...

26 de julho de 2021
Prefeitos conhecem trabalho desenvolvido na gestão dos resíduos sólidos no Médio Vale
Prefeitos do Alto Vale do Itajaí e técnicos dos municípios e da AMAVI realizaram na última sexta-feira, 23, visita técnica ao Parque Girassol – Sistema de Tratamento dos Resíduos Sólidos no...

28 de maio de 2021
Programas da Secretaria de Estado da Agricultura são discutidos em reunião da AMAVI
Os prefeitos e secretários municipais de agricultura do Alto Vale foram orientados sobre os programas de fomento agropecuário da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do...

18 de maio de 2021
Nota de Pesar
É com profundo pesar, que a AMAVI recebe a notícia do falecimento do ex-governador e ex-senador Casildo Maldaner. Aos 79 anos, Casildo foi uma das maiores lideranças políticas do nosso Estado....

AMAVI - Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí
CNPJ: 82.762.469/0001-22
Expediente: Segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 17h.
Fone: (47) 3531-4242 - Endereço: Rua XV de Novembro, nº 737, Centro, Rio do Sul/SC
CEP: 89160-015 - Email: amavi@amavi.org.br
Instagram
Ir para o topo

O portal da AMAVI utiliza alguns cookies para coletar dados estatísticos. Você pode aceitá-los ou não a seguir. Para mais informações, leia sobre nossos cookies na página de política de privacidade.