AMAVI Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí

quinta, 27 de março de 2014

Prefeitos realizarão vigília permanente em Brasília

Semanalmente, todas as terças-feiras, cerca de 500 prefeitos de todos os estados do país estarão em Brasília para uma mobilização e vigília permanentes no Congresso Nacional, visando a defesa da pauta municipalista e articulação dos interesses dos municípios brasileiros. A proposta defendida e apresentada pelo presidente da Federação Catarinense de Municípios - FECAM, Hugo Lembeck, foi aprovada na terça-feira (25) no encontro de prefeitos promovido pela Confederação Nacional de Municípios, no auditório Petrônio Portela do Senado Federal.

"É importante darmos esse apoio à CNM em Brasília para defender os interesses dos municípios. Com esse rodízio, cada prefeito teria que estar em Brasília a cada dois meses e meio, o que fica bastante razoável para todos", afirmou Lembeck, que participou hoje da mesa principal dos trabalhos da mobilização da CNM, na capital federal.O encontro contou com uma comitiva de cerca de 40 prefeitos de Santa Catarina. Além da proposta da vigília, Lembeck entregou ofício ao presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, com as deliberações feitas pelos prefeitos membros do Conselho Executivo da FECAM, reunidos no último dia 06 de março, na sede da entidade. "Estamos apresentando e buscamos o apoio e engajamento da CNM e das entidades estaduais de municípios para as propostas da FECAM".

No documento, a FECAM apoia o aumento de 2% no Fundo de Participação dos Municípios - FPM, reivindicado pela CNM, desde que seja feito de forma imediata. Paralelamente, após três anos deste ganho, reivindica que o movimento municipalista obtenha êxito na participação dos municípios em 10% sobre a arrecadação dos impostos e contribuições não partilhados. Essa proposta, de iniciativa da FECAM, já tramita na Comissão de Participação Legislativa, da Câmara dos Deputados como a PEC da sugestão nº SUG 85/2013 CLP, e determina o acréscimo do inciso III, ao artigo 159, da Constituição Federal de 1988, dispondo sobre a destinação aos municípios de 10% incidentes sobre a arrecadação do Imposto sobre Importação, do Imposto sobre Operações Financeiras - IOF, Imposto sobre Grandes Fortunas, da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido - CSLL, da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social - COFINS, previstos nos artigos 149, 153 incisos I, V, VII, seguindo as mesmas regras de transferências previstas para o FPM.

Por último, a FECAM reivindica que no máximo em 10 anos aconteça a revisão da Constituição de 1988, estabelecendo-se o reequilíbrio do pacto federativo com a readequação do modelo de partilhas sobre a arrecadação total das receitas tributárias em 45% à União, 25% aos Estados e 30% aos Municípios.


fonte: Assessoria de Comunicação
Federação Catarinense de Municípios - FECAM





Últimas notícias

26 de janeiro de 2021
Educação inicia ano letivo com ciclo de palestras
Para marcar o início das atividades do setor em 2021, a assessoria educacional da AMAVI está realizando um ciclo de palestras on-line. O evento substitui a tradicional “palestra de...

22 de janeiro de 2021
Entidades planejam concluir nova sede neste ano
Os presidentes da AMAVI, da UCAVI e da Câmara de Vereadores de Rio do Sul, estiveram reunidos ontem, 21, com os técnicos do setor de engenharia para discutir o andamento da construção do...

22 de dezembro de 2020
Prefeita de Trombudo Central assume comando da AMAVI em 2021
A prefeita Geovana Gessner irá presidir a Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí- AMAVI no próximo ano. A eleição da nova diretoria ocorreu por aclamação, durante assembleia...

18 de dezembro de 2020
Boletim regional da Covid 19
De acordo com dados divulgados pelas secretarias municipais de saúde da região, o Alto Vale do Itajaí registra 14.289 casos confirmados de Covid 19, sendo 12.541 recuperados e 129 óbitos. O...

15 de dezembro de 2020
Nota de Falecimento
Com profunda tristeza, a AMAVI comunica o falecimento do Prefeito Municipal de Rio do Oeste e ex-presidente da associação, Humberto Pessatti.Betão, como era conhecido, estava concluindo o...

12 de dezembro de 2020
Nota de Pesar
Com profundo pesar, a AMAVI toma conhecimento, neste sábado, 12, do falecimento do ex-prefeito de Ibirama e suplente de senador, Genésio Ayres Marchetti. Manifestamos nosso agradecimento...

09 de dezembro de 2020
Nota de Pesar
Com pesar, a AMAVI toma conhecimento, nesta quarta-feira, 09, do falecimento do seu ex-presidente Artenir Werner.Manifestamos nosso agradecimento pela importante contribuição na história da...

09 de novembro de 2020
AMAVI completa 56 anos
A Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí- AMAVI completou no último sábado, 07 de novembro, 56 anos de fundação. A primeira associação de municípios oficialmente constituída no Brasil...

15 de outubro de 2020
Alto Vale é reclassificado no mapa de risco da COVID- 19
De acordo com a Matriz de Avaliação de Risco Potencial para Covid-19, divulgada hoje, 15, o Alto Vale do Itajaí saiu do estado Grave (laranja) para o Alto (amarelo), o que representa uma...

AMAVI - Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí
CNPJ: 82.762.469/0001-22
Expediente: Segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 17h.
Fone: (47) 3531-4242 - Endereço: Rua XV de Novembro, nº 737, Centro, Rio do Sul/SC
CEP: 89160-015 - Email: amavi@amavi.org.br
Instagram
Ir para o topo