AMAVI Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí

quinta, 27 de março de 2014

Prefeitos realizarão vigília permanente em Brasília

Semanalmente, todas as terças-feiras, cerca de 500 prefeitos de todos os estados do país estarão em Brasília para uma mobilização e vigília permanentes no Congresso Nacional, visando a defesa da pauta municipalista e articulação dos interesses dos municípios brasileiros. A proposta defendida e apresentada pelo presidente da Federação Catarinense de Municípios - FECAM, Hugo Lembeck, foi aprovada na terça-feira (25) no encontro de prefeitos promovido pela Confederação Nacional de Municípios, no auditório Petrônio Portela do Senado Federal.

"É importante darmos esse apoio à CNM em Brasília para defender os interesses dos municípios. Com esse rodízio, cada prefeito teria que estar em Brasília a cada dois meses e meio, o que fica bastante razoável para todos", afirmou Lembeck, que participou hoje da mesa principal dos trabalhos da mobilização da CNM, na capital federal.O encontro contou com uma comitiva de cerca de 40 prefeitos de Santa Catarina. Além da proposta da vigília, Lembeck entregou ofício ao presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, com as deliberações feitas pelos prefeitos membros do Conselho Executivo da FECAM, reunidos no último dia 06 de março, na sede da entidade. "Estamos apresentando e buscamos o apoio e engajamento da CNM e das entidades estaduais de municípios para as propostas da FECAM".

No documento, a FECAM apoia o aumento de 2% no Fundo de Participação dos Municípios - FPM, reivindicado pela CNM, desde que seja feito de forma imediata. Paralelamente, após três anos deste ganho, reivindica que o movimento municipalista obtenha êxito na participação dos municípios em 10% sobre a arrecadação dos impostos e contribuições não partilhados. Essa proposta, de iniciativa da FECAM, já tramita na Comissão de Participação Legislativa, da Câmara dos Deputados como a PEC da sugestão nº SUG 85/2013 CLP, e determina o acréscimo do inciso III, ao artigo 159, da Constituição Federal de 1988, dispondo sobre a destinação aos municípios de 10% incidentes sobre a arrecadação do Imposto sobre Importação, do Imposto sobre Operações Financeiras - IOF, Imposto sobre Grandes Fortunas, da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido - CSLL, da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social - COFINS, previstos nos artigos 149, 153 incisos I, V, VII, seguindo as mesmas regras de transferências previstas para o FPM.

Por último, a FECAM reivindica que no máximo em 10 anos aconteça a revisão da Constituição de 1988, estabelecendo-se o reequilíbrio do pacto federativo com a readequação do modelo de partilhas sobre a arrecadação total das receitas tributárias em 45% à União, 25% aos Estados e 30% aos Municípios.


fonte: Assessoria de Comunicação
Federação Catarinense de Municípios - FECAM





Últimas notícias

29 de maio de 2020
Governo sanciona auxílio financeiro aos municípios
O presidente Jair Bolsonaro sancionou o projeto de auxílio financeiro a estados e municípios. O texto foi publicado na edição desta quinta-feira (28/5) do Diário Oficial da União. Com a sanção...

25 de maio de 2020
Liberadas cirurgias, consultas e exames eletivos
As Portarias SES nº 341 e 342, publicadas pelo governo do Estado na última quarta-feira (20), autorizam que as Unidades Hospitalares reiniciem as atividades ambulatoriais de consultas e exames...

15 de maio de 2020
Pesquisa SOS Artistas Alto Vale continua até 22 de maio
A pesquisa SOS Artistas Alto Vale foi prorrogada até 22 de maio. O levantamento regional é sobre o impacto da pandemia do cornavírus em empresas e profissionais ligados à produção, comércio e...

07 de maio de 2020
NOTA DE ESCLARECIMENTO- Equipamentos para perfuração de poços artesianos
Sobre matérias veiculadas nesta semana na imprensa regional, a respeito de equipamentos para perfuração de poços artesianos, a AMAVI esclarece: 1) Os kits de perfuração, compostos por...

04 de maio de 2020
AMAVI disponibiliza ferramenta para aulas on-line
Os alunos das redes municipais do Alto Vale do Itajaí estão tendo aulas on-line e acesso a material pedagógico no período de suspensão das aulas em virtude da pandemia do coronavírus....

16 de abril de 2020
Inicia segunda etapa da campanha de vacinação contra gripe
Depois de imunizar idosos e profissionais da saúde, agora chegou a vez dos portadores de doenças crônicas, caminhoneiros e motoristas de transporte coletivo, pessoas privadas de liberdade,...

16 de abril de 2020
Colegiado de Cultura realiza videoconferência
Os integrantes do Colegiado de Cultura da AMAVI, participaram hoje, 16, de uma reunião on-line, a primeira do grupo, para discutir algumas ações culturais que poderão ser implementadas...

18 de março de 2020
Medidas de enfrentamento ao coronavírus
Os prefeitos do Alto Vale estiveram reunidos ontem, 17, na AMAVI, para discutir e definir medidas de prevenção ao Coronavírus. A principal deliberação foi a suspensão das aulas nas redes...

18 de março de 2020
Continuamos com atendimento remoto
Considerando o período de emergência de saúde pública em virtude da propagação do coronavírus e o novo Decreto (nº 535) publicado pelo Governo do Estado de Santa Catarina, que prorroga por mais...

AMAVI - Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí
CNPJ: 82.762.469/0001-22
Expediente: Segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 17h.
Fone: (47) 3531-4242 - Endereço: Rua XV de Novembro, nº 737, Centro, Rio do Sul/SC
CEP: 89160-015 - Email: amavi@amavi.org.br
Instagram
Ir para o topo