AMAVI Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí

quinta, 27 de março de 2014

Prefeitos realizarão vigília permanente em Brasília

Semanalmente, todas as terças-feiras, cerca de 500 prefeitos de todos os estados do país estarão em Brasília para uma mobilização e vigília permanentes no Congresso Nacional, visando a defesa da pauta municipalista e articulação dos interesses dos municípios brasileiros. A proposta defendida e apresentada pelo presidente da Federação Catarinense de Municípios - FECAM, Hugo Lembeck, foi aprovada na terça-feira (25) no encontro de prefeitos promovido pela Confederação Nacional de Municípios, no auditório Petrônio Portela do Senado Federal.

"É importante darmos esse apoio à CNM em Brasília para defender os interesses dos municípios. Com esse rodízio, cada prefeito teria que estar em Brasília a cada dois meses e meio, o que fica bastante razoável para todos", afirmou Lembeck, que participou hoje da mesa principal dos trabalhos da mobilização da CNM, na capital federal.O encontro contou com uma comitiva de cerca de 40 prefeitos de Santa Catarina. Além da proposta da vigília, Lembeck entregou ofício ao presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, com as deliberações feitas pelos prefeitos membros do Conselho Executivo da FECAM, reunidos no último dia 06 de março, na sede da entidade. "Estamos apresentando e buscamos o apoio e engajamento da CNM e das entidades estaduais de municípios para as propostas da FECAM".

No documento, a FECAM apoia o aumento de 2% no Fundo de Participação dos Municípios - FPM, reivindicado pela CNM, desde que seja feito de forma imediata. Paralelamente, após três anos deste ganho, reivindica que o movimento municipalista obtenha êxito na participação dos municípios em 10% sobre a arrecadação dos impostos e contribuições não partilhados. Essa proposta, de iniciativa da FECAM, já tramita na Comissão de Participação Legislativa, da Câmara dos Deputados como a PEC da sugestão nº SUG 85/2013 CLP, e determina o acréscimo do inciso III, ao artigo 159, da Constituição Federal de 1988, dispondo sobre a destinação aos municípios de 10% incidentes sobre a arrecadação do Imposto sobre Importação, do Imposto sobre Operações Financeiras - IOF, Imposto sobre Grandes Fortunas, da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido - CSLL, da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social - COFINS, previstos nos artigos 149, 153 incisos I, V, VII, seguindo as mesmas regras de transferências previstas para o FPM.

Por último, a FECAM reivindica que no máximo em 10 anos aconteça a revisão da Constituição de 1988, estabelecendo-se o reequilíbrio do pacto federativo com a readequação do modelo de partilhas sobre a arrecadação total das receitas tributárias em 45% à União, 25% aos Estados e 30% aos Municípios.


fonte: Assessoria de Comunicação
Federação Catarinense de Municípios - FECAM





Últimas notícias

08 de novembro de 2022
Caminhos do Campo é divulgado em nível nacional
O programa de turismo no espaço rural desenvolvido pela AMAVI “Caminhos do Campo” foi apresentado na última semana em um dos mais tradicionais eventos de turismo do Brasil. A 34ª edição do...

17 de outubro de 2022
Festival de Judô reúne mais de 200 atletas
Cerca de 230 atletas das classes pré-mirim, mirim, sênior e master dos municípios do Alto Vale participaram no último sábado, 15, do XI Festival de Judô no ginásio de esportes da Escola Paulo...

05 de outubro de 2022
Secretários de educação avaliam IDEB e planejam ações para 2023
Em reunião ordinária realizada ontem, 4, os integrantes do Conselho dos Dirigentes Municipais de Educação da AMAVI, (Codime), avaliaram os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação...

19 de setembro de 2022
Lages sedia reunião do Colegiado de Secretários Executivos
Na última semana (15 e 16) foi realizada em Lages, na sede da Associação dos Municípios da Região Serrana (AMURES), reunião do Colegiado de Secretários Executivos das Associações de Municípios...

19 de agosto de 2022
Alto Vale sedia reunião ordinária do Coegemas
O município de Ituporanga foi sede nos dias 18 e 19, quinta e sexta-feira, de um evento estadual. Cerca de 200 representantes de vários municípios catarinenses participaram da reunião ordinária...

17 de agosto de 2022
AMAVI realiza capacitação sobre o Programa Auxílio Brasil
Técnicos dos setores de educação e de assistência social dos municípios do Alto Vale do Itajaí estão participando hoje, 17, na UNIDAVI em Rio do Sul, de uma capacitação sobre o Programa...

21 de julho de 2022
Bento Silvy assume presidência da AMAVI
O prefeito de Vitor Meireles, Bento Silvy, assumiu hoje, 21, a presidência da AMAVI. A renúncia do prefeito José Constante, anunciada durante assembleia ordinária da associação, ocorreu em...

04 de julho de 2022
JIMAVI 2022 inicia em Dona Emma
A maior competição esportiva do Alto Vale do Itajaí, suspensa por dois anos em virtude da pandemia, voltou. A abertura oficial da décima edição dos Jogos de Integração dos Municípios do Alto...

08 de junho de 2022
Técnicos do setor de meio ambiente participam de palestra
Nesta quarta-feira, 08, servidores municipais da região do Alto Vale, representantes da sociedade civil organizada e estudantes participaram de uma palestra sobre "Diagnóstico das Áreas...

AMAVI - Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí
CNPJ: 82.762.469/0001-22
Expediente: Segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 17h.
Fone: (47) 3531-4242 - Endereço: Rua XV de Novembro, nº 737, Centro, Rio do Sul/SC
CEP: 89160-015 - Email: amavi@amavi.org.br
Instagram
Ir para o topo

O portal da AMAVI utiliza alguns cookies para coletar dados estatísticos. Você pode aceitá-los ou não a seguir. Para mais informações, leia sobre nossos cookies na página de política de privacidade.