AMAVI Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí

quarta, 28 de novembro de 2007

Prefeitos do Alto Vale estudam a criação de consórcio de saneamento

Nos dias 21, 22 e 23 de novembro, um grupo de prefeitos do Alto Vale do Itajaí, acompanhados de lideranças políticas da região, do assessor ambiental e do secretário executivo da AMAVI, estiveram no Rio de Janeiro conhecendo tecnologias adotadas em obras de saneamento. O primeiro compromisso da comitiva foi a visita na empresa “Águas de Niterói”, concessionária responsável pela distribuição de água, coleta e tratamento de esgoto sanitário das cidades de Niterói, Campos dos Goitacazes, Petrópolis e outras, totalizando o atendimento a mais de dois milhões de consumidores. No dia 22, a delegação conheceu a Usina Verde, empreendimento privado que possui tecnologia para tratamento de resíduos urbanos com geração de energia. A usina possui capacidade para tratamento de até 150 toneladas de lixo por dia. Levando em consideração que nenhum município do Alto Vale possui tratamento de esgoto e que a Lei 11.445/07 determina que os municípios têm prazo até final de 2008 para regularizar o problema do saneamento, a AMAVI está estudando a possibilidade de criar a agência regional de saneamento, para gerenciar as discussões acerca do problema. Um dos objetivos da viagem foi conhecer as tecnologias existentes para tratamento do lixo e esgoto, para possivelmente, através de uma agência regional ou consórcio intermunicipal, se implantar obras semelhantes na região. Além do cumprimento a legislação, outra preocupação da AMAVI e dos prefeitos é o compromisso com as gerações futuras. O secretário executivo da AMAVI, Agostinho Senem destaca: “Precisamos pensar nos próximos 50 ou 60 anos e para isso devemos iniciar um trabalho de tratamento do esgoto, de destinação correta para o lixo e cuidar da água”. A empresa Usina Verde dispõe de capital financeiro para implantar unidades em qualquer cidade brasileira, desde que haja o compromisso da municipalidade na entrega dos resíduos a serem incinerados, pois o lucro da companhia é oriundo da energia produzida e dos créditos de carbono. Para implantação no Alto Vale, a empresa precisa da garantia de aproximadamente 150 toneladas/dia de lixo. Outra possibilidade apresentada pelos diretores da empresa, é a venda da tecnologia, que hoje custa cerca de 20 milhões de reais e os municípios envolvidos podem pagar com a energia elétrica gerada após o lixo queimado, a qual poderá ser comercializada. De acordo com o presidente da AMAVI, prefeito José Goetten de Lima, o próximo passo é a realização de um estudo de viabilidade para implantação da Usina Verde e de unidades de tratamento de esgoto no Alto Vale, através da formação de consórcios. “A idéia é trabalhar em conjunto, nossos municípios não têm estrutura para implantar obras semelhantes individualmente, vamos levantar números sobre a quantidade de lixo produzida diariamente na região e avaliar a melhor forma de tratar o esgoto”. Na avaliação dos prefeitos, as tecnologias conhecidas são viáveis à região, apesar dos altos custos. “Sabemos que os investimentos na área do saneamento são necessários e representam valores altos, mas a partir do momento que isso acontecer vamos economizar em outras áreas”, diz o prefeito de Rio do Oeste, Odenir Felizari. De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde, OMS, cada real investido em saneamento básico, representa uma economia de 4 a 5 reais gastos com medicina curativa. Outro ponto que despertou atenção dos prefeitos, foi a localização de uma estação de tratamento de esgoto, ou seja, no pátio de um PSF no bairro de Jurujuba em Niterói, a unidade opera com 95% de eficiência sem odor ou outro inconveniente. Este modelo tem capacidade para atender dez mil consumidores e foi considerado ideal para os municípios do Alto Vale. A empresa Águas de Niterói mostrou-se disposta a realizar orçamento sem compromisso aos municípios interessados em conceder os serviços à mesma. Mais Detalhes

Últimas notícias

28 de janeiro de 2022
Empossada diretoria da AMAVI 2022
Prefeitos, vice-prefeitos e demais representantes dos municípios do Alto Vale do Itajaí estiveram reunidos ontem, 27, em Agrolândia, para a primeira assembleia ordinária da AMAVI do ano com...

18 de janeiro de 2022
AMAVI realiza evento para profissionais da educação
A AMAVI, através da assessoria educacional, realiza no dia 3 de fevereiro, no Centro de Inovação Norberto Frahn, (CINF), em Rio do Sul, a tradicional palestra de abertura do ano letivo. O...

23 de dezembro de 2021
Comunicado de férias
A Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí- AMAVI informa que não haverá expediente entre os dias 27 de dezembro de 2021 e 02 de janeiro de 2022. Neste período, os municípios que...

10 de dezembro de 2021
Prefeitos elegem diretoria da AMAVI 2022
O prefeito de Agrolândia, José Constante, vai presidir a Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (AMAVI) a partir do mês de janeiro. A sua eleição deu-se por aclamação durante...

30 de novembro de 2021
Boletim regional da Covid 19
De acordo com dados divulgados pelas secretarias municipais de saúde da região, o Alto Vale do Itajaí registra 42.443 casos confirmados de Covid 19, sendo 41.709 recuperados e 636 óbitos. O...

10 de novembro de 2021
Prefeitos aprovam projeto de unificação dos consórcios intermunicipais
Em assembleia da AMAVI realizada na manhã de hoje, 10, a proposta de unificação dos consórcios CIS e CIM-AMAVI foi acatada pelos prefeitos. A junção das duas entidades permitirá otimização de...

05 de novembro de 2021
Programa de turismo rural desenvolvido no Alto Vale é apresentado em feira nacional
O programa de turismo no espaço rural desenvolvido pela assessoria de turismo e cultura da AMAVI, “Caminhos do Campo”, está em destaque na Festuris de Gramado-RS, uma das maiores feiras de...

26 de julho de 2021
Prefeitos conhecem trabalho desenvolvido na gestão dos resíduos sólidos no Médio Vale
Prefeitos do Alto Vale do Itajaí e técnicos dos municípios e da AMAVI realizaram na última sexta-feira, 23, visita técnica ao Parque Girassol – Sistema de Tratamento dos Resíduos Sólidos no...

28 de maio de 2021
Programas da Secretaria de Estado da Agricultura são discutidos em reunião da AMAVI
Os prefeitos e secretários municipais de agricultura do Alto Vale foram orientados sobre os programas de fomento agropecuário da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do...

AMAVI - Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí
CNPJ: 82.762.469/0001-22
Expediente: Segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 17h.
Fone: (47) 3531-4242 - Endereço: Rua XV de Novembro, nº 737, Centro, Rio do Sul/SC
CEP: 89160-015 - Email: amavi@amavi.org.br
Instagram
Ir para o topo

O portal da AMAVI utiliza alguns cookies para coletar dados estatísticos. Você pode aceitá-los ou não a seguir. Para mais informações, leia sobre nossos cookies na página de política de privacidade.